Os Relatórios do Desenvolvimento Humano (RDHs) e o padrão de intervenção pública na área social: os desafios postos à forma de organização do Estado no Brasil

María José de Rezende

Resumen


Os RDHs sistematizam um conjunto de propostas que passam pela redefinição do padrão de intervenção do Estado na área social. Eles propõem modificações nas políticas voltadas para educação, saúde e saneamento. São propostas gerais que tentam apontar soluções comuns e viáveis para os diversos países da África, América Latina e Ásia. Os relatórios mostram, ao longo de centenas de páginas, exemplos de políticas sociais que têm sido implementadas em várias partes do mundo.  Este estudo tem a finalidade de demonstrar tanto as sugestões de políticas sociais contidas nos RDHs, quanto as dificuldades que tais propostas encontram, no Brasil, onde o emperramento principal na redefinição das formas de intervenção na área social inscreve-se numa lógica política que não desmantela um modelo de transferência de rendas fortalecedor da concentração de recursos e de poder. Modificar essa orientação das ações do Estado é o maior desafio político posto aos segmentos (organizações da sociedade civil, lideranças políticas, movimentos sociais, associações, intelectuais e lideranças políticas) que lutam por um padrão de organização social mais inclusivo e igualitário.


Palabras clave


Desigualdade social; Estado; intervenção pública; mudança social.